Segunda-feira
23 de Outubro de 2017 - 
Toda questão possui dois lados, eu ficarei do seu!
“Cometer injustiça é pior do que sofrê-la” (Platão)
“Interpretar a lei é revelar o pensamento, que anima as suas palavras” (Clóvis Bevilaqua)
“As leis são sempre úteis aos que possuem e nocivas aos que nada têm” (Jean-Jacques Rousseau)
“O fim do Direito não é abolir nem restringir, mas preservar e ampliar a liberdade” (John Locke)
"As leis abundam nos Estados mais corruptos" (Tácito)
“A mais bela função da humanidade é a de administrar a justiça” (Voltaire)
"Avocatus non ladrum" (Santo Ivo)
“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça por toda parte” (Martin Luther King Jr.)

Controle de Processos

Utilize seu login e senha.

Informativos E-mail

Cadastre seu e-mail aqui.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,18 3,18
EURO 3,75 3,75

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,14% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas notícias

Justiça Eleitoral Gaúcha participa de Encontro Nacional de Secretários Judiciários

O TRE-RS esteve presente, nos dias 15 e 16 de março, no Encontro Nacional de Secretários Judiciários, na Sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. A instituição foi representada pelos secretários judiciário, Rogério Vargas, de Tecnologia da Informação, Daniel Wobeto, e de Controle Interno e Auditoria, Herbert Miranda, além dos servidores da Secretaria Judiciária Eduardo Silva e Carlos Vinícios Cavalcante. Entre os temas, estava o treinamento no Processo Judicial Eletrônico (Pje) - assunto de reunião conjunta com os titulares das áreas Judiciária e de Tecnologia da Informação. PJe A Justiça Eleitoral está adotando o PJe como meio para dar fim à tramitação de autos em papel em suas instâncias. Ele permite que magistrados, servidores e advogados realizem atos processuais de seus computadores conectados à internet. O PJe é um sistema desenvolvido, coordenado e com suporte prestado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). No Rio Grande do Sul, o projeto começou a ser implantado em março de 2016. O PJe na Justiça Eleitoral observa os princípios da celeridade e exiguidade de prazos do processo eleitoral, além de levar em consideração a economia, a qualidade e a agilidade que podem ser obtidas na prestação jurisdicional com a substituição dos autos em papel por processos em meio eletrônico. Imagem: TSE Texto: Érik Pastoris Supervisão: Jônatas da Costa ASCOM/TRE-RS
20/03/2017 (00:00)
Visitas no site:  123059
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.