Domingo
10 de Dezembro de 2017 - 
Toda questão possui dois lados, eu ficarei do seu!
“Cometer injustiça é pior do que sofrê-la” (Platão)
“Interpretar a lei é revelar o pensamento, que anima as suas palavras” (Clóvis Bevilaqua)
“As leis são sempre úteis aos que possuem e nocivas aos que nada têm” (Jean-Jacques Rousseau)
“O fim do Direito não é abolir nem restringir, mas preservar e ampliar a liberdade” (John Locke)
"As leis abundam nos Estados mais corruptos" (Tácito)
“A mais bela função da humanidade é a de administrar a justiça” (Voltaire)
"Avocatus non ladrum" (Santo Ivo)
“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça por toda parte” (Martin Luther King Jr.)

Controle de Processos

Utilize seu login e senha.

Informativos E-mail

Cadastre seu e-mail aqui.

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
29ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
31ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Terça-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
29ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,28 3,28
EURO 3,86 3,86

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas notícias

Familiares e amigos fazem o último ato de despedida de Carlos Araújo

O corpo do ex-deputado Carlos Araújo (PDT) foi velado durante a tarde deste sábado, das 15h às 20h, no Salão Júlio de Castilhos, onde persas autoridades, amigos e familiares prestaram suas despedidas. A ex-presidente da República, Dilma Rousseff, acompanhada da filha, Paula, esteve desde o início ao lado do caixão do ex-companheiro e militante político durante a ditadura militar. Também os outros dois filhos, Rodrigo e Leandro, permaneceram no local recebendo os cumprimentos. O ato solene reuniu autoridades como o vice-governador José Paulo Cairoli, e os ex-governadores Pedro Simon, do PMDB, Alceu Collares, do PDT, Tarso Genro, do PT, e o ex-prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT). O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto (PT), a deputada Juliana Brizola (PDT) e os deputados Tarcísio Zimmermann (PT), Adão Villaverde (PT), Pedro Ruas (PSOL), Ibsen Pinheiro (PMDB); o presidente estadual do PT, deputado Pede Vargas, os deputados federais Marco Maia (PT), Afonso Motta (PDT), Pompeo de Mattos (PDT); os ex-deputados Vieira da Cunha, Daniel Bordignon e Selvino Heck. Os ex-deputados federais Wilson Muller (PDT) e Carlos Cardinal (PDT), e Christopher Goulart representou a presidência estadual do PDT. Também a ex-ministra da Secretaria de Políticas das Mulheres, Eleonora Menicucci, esteve presente, assim como os ex-prefeitos Jairo Jorge, de Canoas, e Daniel Bordignon, de Gravataí. A cerimônia de encomendação do corpo foi feita pelo ex-capelão do sistema penitenciário, Wilmo José Silvestre, responsável pela Pastoral Penitenciária da CNBB na década de 70, quando Araújo saiu da Ilha do Presídio e foi para o Presídio Central. O religioso destacou o empenho dos presos políticos em auxiliar na alfabetização dos apenados. "Ele deixa uma lição de humanização", afirmou. Também o ex-vereador Milton Zuanazzi fez uma homenagem ao amigo e companheiro de ativismo político. De sua parte, Dilma Rousseff destacou o perfil cativante de Carlos Araújo e sua capacidade de fazer amigos. Disse que ele viveu intensamente, errou intensamente, e que despertava nela seu lado mineiro e, nessa condição, assegurou que Araújo permanecerá "encantado" em todos que com ele conviveram. Referiu ainda o profundo compromisso de Araújo com o povo brasileiro, com a soberania do país e com os últimos acontecimentos, preocupação que ele costumava compartilhar com ela. O presidente da Assembleia, deputado Edegar Pretto (PT), disse que Carlos Araújo foi um grande brasileiro, que como deputado dedicou sua vida a defender um Brasil justo, fazendo politica com transparência. Referiu o sofrimento nos tempos de exceção para garantir que os brasileiros pudessem eleger seus representantes, "seu legado continuará sendo grande referência para todos", afirmou. Amigos e antigos colaboradores de Carlos Araújo, dos períodos em que exerceu mandato parlamentar, como o ex-vereador Milton Zuanazzi, também estiveram durante a tarde de despedida, assim como um grupo de militantes que com ele atuaram na clandestinidade, durante o período da ditadura militar em que ele assumiu a resistência armada. O corpo foi cremado em cerimônia reserva à família no Crematório Metropolitano.
12/08/2017 (00:00)
Visitas no site:  125626
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.