Terça-feira
26 de Maio de 2020 - 
Toda questão possui dois lados, eu ficarei do seu!
“Cometer injustiça é pior do que sofrê-la” (Platão)
“Interpretar a lei é revelar o pensamento, que anima as suas palavras” (Clóvis B ...
“As leis são sempre úteis aos que possuem e nocivas aos que nada têm” (Jean-Jac ...
“O fim do Direito não é abolir nem restringir, mas preservar e ampliar a liberda ...
"As leis abundam nos Estados mais corruptos" (Tácito)
“A mais bela função da humanidade é a de administrar a justiça” (Voltaire)
"Avocatus non ladrum" (Santo Ivo)
“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça por toda parte” (Martin Lu ...

Controle de Processos

Utilize seu login e senha.

Informativos E-mail

Cadastre seu e-mail aqui.

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
23ºC
Min
19ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
22ºC
Min
17ºC
Parcialmente Nublado

Quinta-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
22ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,48 5,48
EURO 5,97 5,97

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas notícias

Audiências unas e de instrução pelo TRT serão gravadas e disponibilizadas à advocacia

A OAB/RS, a partir do diálogo com o TRT4, garantiu que as audiências unas e de instrução, que serão realizadas por videoconferência pelo TRT da 4ª Região, poderão ser gravadas e disponibilizadas à advocacia. No último dia 11, a Ordem enviou ao TRT uma solicitação de regulamentação prévia para a realização das audiências, com o objetivo de definir e salientar as formas em que elas ocorrerão. Segundo o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, há um diálogo entre o TRT da 4ª Região e a Ordem gaúcha sobre as realizações das audiências a distância, com o objetivo de garantir as prerrogativas da advocacia. "As audiências gravadas são prerrogativas da advocacia, e um pleito que sempre defendemos com a administração do TRT. O atual momento é essencial para que as prerrogativas continuem sendo garantidas. Por isso estamos mantendo esse diálogo para garantir essa segurança para a advocacia", explicou. Conforme a Portaria Conjunta nº 2.186/2020, publicada no dia 21 de maio, para que sejam realizadas as audiências por videoconferência, é necessário haver concordância de ambas partes. Por isso, quem não deseja realizar a solenidade nessa modalidade, deverá se manifestar nos autos. O presidente da Comissão Especial da Advocacia Trabalhista (CEAT), Fabrício Furlan Fay, destacou que a portaria conjunta é uma importante conquista para a advocacia, definindo que as audiências passarão a ser gravadas, em áudio e vídeo, ficando assim disponíveis a seus participantes: "Estaremos vigilantes para solucionar dificuldades, e qualquer violação de prerrogativas deverá ser levada à Comissão de Defesa, Assistência e das Prerrogativas da OAB/RS. A Comissão Especial da Advocacia Trabalhista acompanhará a situação com atenção para garantir que transcorra com normalidade", disse.
22/05/2020 (00:00)
Visitas no site:  236999
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.