Domingo
10 de Dezembro de 2017 - 
Toda questão possui dois lados, eu ficarei do seu!
“Cometer injustiça é pior do que sofrê-la” (Platão)
“Interpretar a lei é revelar o pensamento, que anima as suas palavras” (Clóvis Bevilaqua)
“As leis são sempre úteis aos que possuem e nocivas aos que nada têm” (Jean-Jacques Rousseau)
“O fim do Direito não é abolir nem restringir, mas preservar e ampliar a liberdade” (John Locke)
"As leis abundam nos Estados mais corruptos" (Tácito)
“A mais bela função da humanidade é a de administrar a justiça” (Voltaire)
"Avocatus non ladrum" (Santo Ivo)
“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça por toda parte” (Martin Luther King Jr.)

Controle de Processos

Utilize seu login e senha.

Informativos E-mail

Cadastre seu e-mail aqui.

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
29ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
31ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Terça-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
29ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,28 3,28
EURO 3,86 3,86

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas notícias

Assembleia aprova Orçamento 2018 e outras cinco propostas

Na sessão plenária da tarde desta quarta-feira (6), os deputados aprovaram os seis projetos que constavam na Ordem do Dia, entre eles, o Projeto de Lei (PL) 188 2017, do Poder Executivo, estimando a receita e fixando a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2018. Antes, foram aprovados: O projeto de Lei (PL) 150 2016, do Poder Executivo, autorizando o Poder Executivo a doar imóveis ao município de Planalto, com 44 votos favoráveis e nenhum contrário; O projeto de Lei (PL) 230 2016, do Poder Executivo, introduzindo modificações na Lei nº 11.705, de 18 de dezembro de 2001, alterada pelas Leis nº 12.164, de 4 de novembro de 2004, e 12.680, de 20 de novembro de 2006, que autorizou a Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul a desafetar área do Jardim Botânico de Porto Alegre para fins de regularização fundiária da Vila Juliano Moreira. Aprovado o substitutivo apresentado pelo deputado Gabriel Souza (PMDB), por 46 votos a zero, restando prejudicado o texto original e uma emenda apresentada. O projeto de Lei (PL) 37 2017, do Poder Executivo, alterando a Lei nº 13.598, de 30 de dezembro de 2010, autorizando o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) a alienar imóveis situados no município de Uruguaiana, recebendo 45 votos favoráveis e nenhum contrário. O projeto de Lei (PL) 161 2017, do Poder Executivo, que altera a Lei nº 14.755, de 20 de outubro de 2015, que dispõe sobre o Plano Plurianual para o quadriênio 2016-2019. Aprovado por 44 votos a dois. O projeto de Decreto Legislativo (PDL) 5 2017, da Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle, que aprova o Balanço Geral do Estado, que constitui a prestação de contas governamental referente ao exercício financeiro de 2014, em cumprimento ao disposto no artigo 152, § 1º, inciso I, da Constituição Estadual. Encaminharam contrariamente à aprovação do PDL, os deputados Marcel van Hattem (PP), Tiago Simon (PMDB), Zilá Breitenbach (PSDB) e Sérgio Turra (PP). O PDL recebeu 34 votos sim e quatro contrários. Orçamento 2018O projeto de Lei (PL) 188 2017, do Poder Executivo, estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2018. Primeiramente, foi aprovado requerimento de preferência, apresentado pelo líder do governo, deputado Gabriel Souza (PMDB), à votação da emenda 727 e ao texto do PL 188, com 28 votos a favor e 13 contrários. A emenda 727 foi aprovada por 40 a 1. Na votação do texto, as deputadas Manuela d Ávila (PCdoB) e Regina Becker Fortunati (REDE), e os deputados Tarcísio Zimmermann (PT), Juliano Roso (PCdoB) e Pedro Ruas (PSOL), encaminharam contrariamente à proposta. O deputado Gabriel Souza (PMDB) encaminhou favoravelmente ao PL. O projeto recebeu 26 votos favoráveis e 14 contrários. A proposta orçamentária encaminhada pelo Executivo havia sido aprovada por nove a três, na Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, com relatoria da deputada Liziane Bayer (PSB). A receita e a despesa para 2018 estão alinhados na projeção de R$ 70,069 bilhões, com a previsão de R$ 6,8 bilhões de déficit. A retomada dos pagamentos da parcela da dívida com a União a partir de julho deverá aumentar em R$ 3 bilhões o déficit. A proposta orçamentária cumpre os limites aprovados na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2018, que aprovou o crescimento de 3% nas despesas de pessoal para todos os Poderes sobre a base de 2017, sem correção das despesas de custeio e investimento. Ao lado das despesas com pessoal, projetada em R$ 28,9 bilhões, “o serviço da dívida compõe um dos agregados que apresenta o maior crescimento para 2018”, alertou a relatora na Comissão de Finanças. As prioridades estão direcionadas para educação, saúde e segurança. Ao final da sessão plenária desta tarde os deputados ainda votaram a redação final dos projetos aprovados nestas terça (5) e quarta-feiras (6). Próxima semana Na próxima semana, em razão do jogo do Grêmio no Campeonato Mundial de Clubes em Abu Dhabi, a agenda de terça-feira (12) será alterada. A reunião de Mesa será antecipada para as 8h30, e a de Líderes, que definirá as Ordens do Dia de terça e quarta-feira, para as 10h. A sessão plenária será realizada a partir das 11h. Na quarta (13), haverá Sessão Solene de outorga da distinção de Deputado Emérito ao ex-deputado e ex-governador Germano Rigotto e, logo após, será convocada sessão extraordinária para a apreciação das matérias em Ordem do Dia.
06/12/2017 (00:00)
Visitas no site:  125643
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.