Quinta-feira
15 de Novembro de 2018 - 
Toda questão possui dois lados, eu ficarei do seu!
“Cometer injustiça é pior do que sofrê-la” (Platão)
“Interpretar a lei é revelar o pensamento, que anima as suas palavras” (Clóvis B ...
“As leis são sempre úteis aos que possuem e nocivas aos que nada têm” (Jean-Jac ...
“O fim do Direito não é abolir nem restringir, mas preservar e ampliar a liberda ...
"As leis abundam nos Estados mais corruptos" (Tácito)
“A mais bela função da humanidade é a de administrar a justiça” (Voltaire)
"Avocatus non ladrum" (Santo Ivo)
“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça por toda parte” (Martin Lu ...

Controle de Processos

Utilize seu login e senha.

Informativos E-mail

Cadastre seu e-mail aqui.

Previsão do tempo

Hoje - Rio de Janeiro, RJ

Máx
36ºC
Min
21ºC
Pancadas de Chuva a

Sexta-feira - Rio de Janeiro, RJ

Máx
28ºC
Min
20ºC
Chuva

Sábado - Rio de Janeiro, RJ

Máx
31ºC
Min
21ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,79 3,79
EURO 4,30 4,30

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Últimas notícias

Assembleia aprova Orçamento 2018 e outras cinco propostas

Na sessão plenária da tarde desta quarta-feira (6), os deputados aprovaram os seis projetos que constavam na Ordem do Dia, entre eles, o Projeto de Lei (PL) 188 2017, do Poder Executivo, estimando a receita e fixando a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2018. Antes, foram aprovados: O projeto de Lei (PL) 150 2016, do Poder Executivo, autorizando o Poder Executivo a doar imóveis ao município de Planalto, com 44 votos favoráveis e nenhum contrário; O projeto de Lei (PL) 230 2016, do Poder Executivo, introduzindo modificações na Lei nº 11.705, de 18 de dezembro de 2001, alterada pelas Leis nº 12.164, de 4 de novembro de 2004, e 12.680, de 20 de novembro de 2006, que autorizou a Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul a desafetar área do Jardim Botânico de Porto Alegre para fins de regularização fundiária da Vila Juliano Moreira. Aprovado o substitutivo apresentado pelo deputado Gabriel Souza (PMDB), por 46 votos a zero, restando prejudicado o texto original e uma emenda apresentada. O projeto de Lei (PL) 37 2017, do Poder Executivo, alterando a Lei nº 13.598, de 30 de dezembro de 2010, autorizando o Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga) a alienar imóveis situados no município de Uruguaiana, recebendo 45 votos favoráveis e nenhum contrário. O projeto de Lei (PL) 161 2017, do Poder Executivo, que altera a Lei nº 14.755, de 20 de outubro de 2015, que dispõe sobre o Plano Plurianual para o quadriênio 2016-2019. Aprovado por 44 votos a dois. O projeto de Decreto Legislativo (PDL) 5 2017, da Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle, que aprova o Balanço Geral do Estado, que constitui a prestação de contas governamental referente ao exercício financeiro de 2014, em cumprimento ao disposto no artigo 152, § 1º, inciso I, da Constituição Estadual. Encaminharam contrariamente à aprovação do PDL, os deputados Marcel van Hattem (PP), Tiago Simon (PMDB), Zilá Breitenbach (PSDB) e Sérgio Turra (PP). O PDL recebeu 34 votos sim e quatro contrários. Orçamento 2018O projeto de Lei (PL) 188 2017, do Poder Executivo, estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2018. Primeiramente, foi aprovado requerimento de preferência, apresentado pelo líder do governo, deputado Gabriel Souza (PMDB), à votação da emenda 727 e ao texto do PL 188, com 28 votos a favor e 13 contrários. A emenda 727 foi aprovada por 40 a 1. Na votação do texto, as deputadas Manuela d Ávila (PCdoB) e Regina Becker Fortunati (REDE), e os deputados Tarcísio Zimmermann (PT), Juliano Roso (PCdoB) e Pedro Ruas (PSOL), encaminharam contrariamente à proposta. O deputado Gabriel Souza (PMDB) encaminhou favoravelmente ao PL. O projeto recebeu 26 votos favoráveis e 14 contrários. A proposta orçamentária encaminhada pelo Executivo havia sido aprovada por nove a três, na Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, com relatoria da deputada Liziane Bayer (PSB). A receita e a despesa para 2018 estão alinhados na projeção de R$ 70,069 bilhões, com a previsão de R$ 6,8 bilhões de déficit. A retomada dos pagamentos da parcela da dívida com a União a partir de julho deverá aumentar em R$ 3 bilhões o déficit. A proposta orçamentária cumpre os limites aprovados na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2018, que aprovou o crescimento de 3% nas despesas de pessoal para todos os Poderes sobre a base de 2017, sem correção das despesas de custeio e investimento. Ao lado das despesas com pessoal, projetada em R$ 28,9 bilhões, “o serviço da dívida compõe um dos agregados que apresenta o maior crescimento para 2018”, alertou a relatora na Comissão de Finanças. As prioridades estão direcionadas para educação, saúde e segurança. Ao final da sessão plenária desta tarde os deputados ainda votaram a redação final dos projetos aprovados nestas terça (5) e quarta-feiras (6). Próxima semana Na próxima semana, em razão do jogo do Grêmio no Campeonato Mundial de Clubes em Abu Dhabi, a agenda de terça-feira (12) será alterada. A reunião de Mesa será antecipada para as 8h30, e a de Líderes, que definirá as Ordens do Dia de terça e quarta-feira, para as 10h. A sessão plenária será realizada a partir das 11h. Na quarta (13), haverá Sessão Solene de outorga da distinção de Deputado Emérito ao ex-deputado e ex-governador Germano Rigotto e, logo após, será convocada sessão extraordinária para a apreciação das matérias em Ordem do Dia.
06/12/2017 (00:00)
Visitas no site:  153051
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.